redes-sociais-instagram-linkedin-blog-bridge-ufsc
Tempo de Leitura: 4 minutos

Dicas de social media: 3 passos para não errar nas redes

Descubra como destacar a sua organização nas redes sociais

Marina Soares

As redes sociais têm sido cada vez mais bombardeadas por conteúdos, e chamar atenção dos usuários não é nada fácil! 🥵 Porém, se você ou sua organização estão focados em criar um perfil com qualidade, sempre tem espaço para mais um. 🤗

Para ajudar nessa caminhada das redes sociais, a equipe de Comunicação do Laboratório Bridge trouxe dicas valiosas. Afinal, dica boa é dica de quem tá com a mão na massa!

Então, que tal saber os 3 passos para não errar mais nas suas publicações? Bora lá!

#1 Não insista muito no que não funciona

As informações nas redes sociais são atualizadas constantemente, o que bombou na semana passada, já pode ter ficado obsoleto. Portanto, se você notar que determinado assunto, material ou tema não engaja, deixe pra próxima! 

🚨Mas, como assim? Eu sou brasileiro e não desisto nunca!

Calma! Talvez em outro momento você consiga adequar a ideia para um modelo que faça sentido para o seu público. Diversas variáveis devem ser avaliadas. Muitas vezes o conteúdo é incrível, mas não funciona como carrossel, reels ou story, apenas como texto para blog (assim como esse)

Por isso, é importante avaliar bem o seu conteúdo: qual a densidade? É algo que pode conter bastante texto ou é melhor uma imagem única com uma frase? Pensar nessas questões pode ajudar a definir um melhor formato para esse conteúdo.

Mas vamos assumir: às vezes o conteúdo só é chato mesmo (acontece com todos nós), mas nesses casos você pode experimentar outros temas para o formato escolhido. Afinal, às vezes o conteúdo pode ser fraco, mas o formato escolhido pode ser ótimo para outro tema.

Portanto, o segredo não é simplesmente desistir totalmente de um conteúdo só porque ele não teve o resultado esperado. Mas, sim, não repetir a exata mesma forma (pelo menos não em um intervalo de tempo muito curto). Tente mudar o que não funcionou e tente novamente!

Com uma análise de métricas bem explorada e um comparativo com outras publicações da sua rede e de concorrentes, é possível entender o que pode ter saído fora do planejado. 

#2 Interação, presença e contato com os seguidores é melhor do que qualquer post bem pensado

É sério! Criar uma conexão com um seguidor que seja, é muito mais importante do que um conteúdo mirabolante que não se comunica com o público.

Você já deve ter interagido com alguma marca nas redes sociais. Fala sério, a gente fica feliz quando eles respondem, certo? Então, esse é o sentimento que a interação traz! Mesmo que seja com apenas poucos usuários, a interação (pública ou privada) cria uma conexão direta com os usuários.

Além do mais, é por meio da interação que o público entende que pode contar com a organização ou a pessoa dona da rede em questão. A marca se torna mais amigável.

Um ótimo exemplo é o do Guaraná Antártica, que chegou a criar um canal do YouTube com diversos influenciadores produzindo vídeos engraçados no mesmo estilo de seus próprios canais. A iniciativa foi tão incrível, que criou uma conexão direta da marca com os jovens. Agora, muitos já associam o refrigerante aos influenciadores e até mesmo ao momento de jogar com os amigos no computador. Legal, né?

Outra questão é que a conexão com a organização traz uma maior liberdade e dedicação do usuário para críticas e sugestões, que são essenciais para a melhoria do social media! Quanto mais confiamos e gostamos de alguém, mais nos esforçamos para ajudar a mesma a melhorar. O mesmo acontece pelas redes!

#3 Nem só de likes vivem os social medias

Ok, a gente sabe que like é importante. E a gente também sabe que diversas pessoas já te falaram que as curtidas não são tudo para uma rede. Mas você sabe o motivo?

A real é que: cada conteúdo tem um objetivo e pode ser avaliado de uma forma. Preste atenção nas visualizações, encaminhamentos, favoritos, seguidores que surgem do nada, acesso via hashtags… Tudo diz algo!

Temos como exemplo os reels, que são ótimos para o alcance de novas pessoas. Mas, para a divulgação direta de algo da página que tem como foco os seguidores fiéis, podem não ser a melhor opção (insistir nesse formato em uma situação como essa pode ser mão de obra jogada fora). Afinal, os reels atingem muitos não-seguidores.

Ah, e o melhor disso tudo: conteúdos com baixa performance são os que mais te darão respostas sobre o que você está produzindo para as redes sociais. 

Se um post que você achou que ia bombar não se saiu bem, talvez você não saiba o que realmente importa para o seu público, ou talvez esteja atrás do público errado. 😉


E aí, curtiu as dicas? Se sim, você pode se interessar pelos conteúdos abaixo!


O Laboratório Bridge atua no Centro Tecnológico da Universidade Federal de Santa Catarina (CTC/UFSC), com equipes formadas por bolsistas graduandos, pós-graduandos e profissionais contratados. É orientado por professores do CTC e do Centro de Ciências da Saúde (CCS/UFSC).

Desde 2013, desenvolvemos sistemas e aplicativos para gerenciamento da saúde pública em parceria com o Ministério da Saúde e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA).

LinkedIn
WhatsApp
Facebook
Twitter

Posts Relacionados

Três vezes Bridge no Agile Trends Gov!

Tempo de Leitura: 5 minutos Três vezes Bridge no Agile Trends Gov! O que significa para o Laboratório a experiência no evento; nas palavras do seu CEO! Por Jades Hammes,

Shopping Basket