Capa post SISMOB Cidadão

Quer fiscalizar obras da Saúde na sua cidade? Conheça o SISMOB Cidadão

Aplicativo lançado pelo Laboratório Bridge permite aos usuários conferirem prazos de obras, valores gastos e denunciar irregularidades 

Conteúdo produzido por Mahara Aguiar e Ricardo Prado. 

Você já passou por alguma obra em um postinho de saúde e ficou se perguntando se está tudo em ordem, se a entrega da obra está atrasada ou se deveriam estar sendo feitas mais coisas no local? 

Foi pra tirar essa pulga atrás da orelha que o Laboratório Bridge criou o SISMOB Cidadão. O aplicativo possibilita que qualquer cidadão com smartphone acompanhe obras em Unidades Básicas, UPAs, e outros. 

Você vai conferir: 

  • A história do SISMOB Cidadão
  • Pra que serve e como usar?
  • Como fiscalizo obras no meu município?

Uma [breve] história do SISMOB Cidadão

O aplicativo, lançado em 2019, integra o já existente Sistema de Monitoramento de Obras Fundo a Fundo (SISMOB) do Ministério da Saúde. Esse sistema permite, desde 2012, que o Ministério monitore o andamento de obras em que o próprio Ministério investiu à pedido de estados e municípios.

Isso é importante porque só vão aparecer no SISMOB Cidadão as obras que foram cadastradas no sistema SISMOB, beleza?  

Aliás, o próprio SISMOB tem um pouco de DNA bridger, sabia? Nós desenvolvemos a versão 2.0 do Sistema, que possibilita a gestão financeira e executiva das obras financiadas pelo Ministério. O SISMOB é usado desde a proposta até sua conclusão dos projetos, permitindo a comparação entre o planejado e o executado e trazendo histórico, imagens do local e alertas. Ah, e também conta com o seu próprio app para gestores, o SISMOB Mobile. 

Todas as informações e atualizações sobre cada obra cadastrada no SISMOB vêm dos gestores de Governos Estaduais e Municipais, como ‘prestação de contas’ das obras financiadas pelo Governo Federal. 

Mas estava faltando a participação de uma parcela (bem) importante dos interessados nas obras, né? Com isso, voltamos ao aplicativo SISMOB Cidadão

Com a ideia de um app voltado à população geral, o Ministério da Saúde pretendia garantir aos cidadãos uma forma simples, transparente e amigável de consultar e fiscalizar o bom uso dos recursos públicos na área da saúde.  

Aí entra nosso papel: desenvolver, na Equipe Mobile, mais um aplicativo prático e elegante para o uso da população brasileira. Começamos a elaborar o aplicativo em 2018, com o desenvolvimento de funcionalidades dividido em três grandes etapas. Em cada uma, o SISMOB Cidadão ia recebendo novas funcionalidades e aperfeiçoando as já existentes. 

Ah, e esse foi o primeiro aplicativo que desenvolvemos pensando em todos os cidadãos brasileiros como os usuários finais. Então você pode imaginar o desafio – e a animação quando ele veio ao mundo. 

Pra que serve e como usar

O aplicativo é ótimo na teoria, mas é na prática que ele realmente ganha vida e serve ao seu propósito. As funcionalidades listadas são: 

  • Encontrar obras apoiadas pelo MS em qualquer cidade;
  • Navegar no mapa para ver a localização dessas obras;
  • Listar as obras por município;
  • Salvar as obras que deseja acompanhar;
  • Ver as informações prestadas pela entidade responsável por cada obra, organizadas em uma linha do tempo;
  • Caso encontre alguma suspeita de irregularidade, enviar sua denúncia diretamente ao Ministério da Saúde através do próprio aplicativo.

Agora você já pode começar a usar o app e exercer sua cidadania! É só entrar na App Store, se tem um sistema iOS, ou na Play Store, se tiver um sistema Android, e baixar o SISMOB Cidadão. Ele é bem enxuto (só ocupa 28Mb) e é gratuito. Não precisa nem criar conta, é só baixar e sair usando. 😉 

Ah, e quando estiver usando o app, é possível favoritar obras que você quer acompanhar o desenvolvimento, compartilhar a situação das obras nas redes sociais, além de poder abrir a posição das obras direto no seu app de mapas para poder visitá-las. 

E não é só de obras individuais que você pode ficar sabendo. Também é possível ler o resumo de todas as obras do seu município, fotos da execução, quanto já foi investido, quantas foram aprovadas e quantas estão finalizadas, em execução ou canceladas.

Como fiscalizo obras no meu município?

Imagine que você visitou uma obra e percebeu que algo não está batendo. Pode ter sido uma diferença entre a foto no app e a situação real, ou a obra não concluída constar assim no aplicativo. Você pode denunciar de forma sigilosa, diretamente no SISMOB Cidadão!  

Essa é uma das funcionalidades mais legais do app, e faz com que qualquer pessoa possa ter um papel único na fiscalização e controle dos gastos públicos. 

O processo é simples: 

  • Quando você clica no ‘perfil’ individual de cada obra, vão estar disponíveis o valor recebido para obra, a situação atual, estimativa de conclusão, fotos e outras informações. 
  • Clique em “Denunciar” e escolha a opção em “O que há de errado nessa obra”. 
  • Você pode adicionar imagens para deixar a denúncia mais completa e clara; 
  • Também pode definir uma localização pra obra (caso o problema seja, por exemplo, que a obra está cadastrada em uma rua diferente da que ela está);
  • Por fim, você pode complementar com observações ou dúvidas que tenha sobre a obra. 
  • Você finaliza o cadastro da denúncia com seu nome, CPF, email e telefone. Fica tranquilo que o Ministério guarda esses dados com total sigilo, beleza? 

Quando você completar a denúncia, ela será enviada diretamente ao Ministério da Saúde. Dependendo do que se verifique, o gestor local será notificado sobre a irregularidade e o Ministério da Saúde te avisa sobre o encaminhamento da sua  denúncia. 

Gostou de conhecer um pouco mais sobre esse app? Que tal descobrir sobre outros aplicativos que desenvolvemos aqui no Laboratório Bridge? Então é só conferir a editoria de Produtos!


O Laboratório Bridge atua no Centro Tecnológico da Universidade Federal de Santa Catarina (CTC/UFSC), com equipes formadas por bolsistas graduandos, pós-graduandos e profissionais contratados. É orientado por professores do CTC e do Centro de Ciências da Saúde (CCS/UFSC).

Desde 2013, desenvolvemos sistemas e aplicativos para gerenciamento da saúde pública em parceria com o Ministério da Saúde e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA).

Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter

Posts Relacionados

Shopping Basket